SÃO LIBERATO DE LORO – 06/09

SÃO LIBERATO DE LORO 

São Liberato nasceu no século XIII, na pequena vila de Loro, na Itália. Ainda jovem entrou para a vida religiosa. Ordenado sacerdote, entrou para o Convento de Sofiano, na Ordem dos Frades Menores de São Francisco. Sua vida de virtudes valeu-lhe a fama de santidade.

No livro “Florzinhas de São Francisco” há o seguinte relato sobre São Liberato: “no Convento de Sofiano, o frade Liberato de Loro Piceno vivia em plena comunhão com Deus. Possuía um elevado dom de contemplação e durante as orações chegava a se elevar do chão. Por onde andava os pássaros o acompanhavam, posando nos seus braços, cabeça e ombros, cantando alegremente. Amigo da solidão, raramente falava, mas quando perguntado, demonstrava a sabedoria dos anjos. Vivia alegre, entregue ao trabalho, penitência e à oração contemplativa”.

Morreu aos 45 anos, em 1258.

No século 15, o culto a São Liberato de Loro era tão vigoroso que nas terras dos Brunforte recebeu autorização para ser chamado são Liberato. Construíram, também, uma igreja para conservar as suas relíquias, atualmente Santuário de São Liberato. No século 19, foi canonizado pelo Papa Pio IX.

ORAÇÃO

Criador do Céu e da Terra, Deus de amor e de bondade, concedei-nos, pelos méritos de São Liberato, alcançar a simplicidade de vida necessária para bem viver minha vocação neste mundo. Por Cristo nosso Senhor. Amém.

São Liberato de Loro, rogai por nós.