Mídia Vaticana: constituído Arquivo Editorial Multimídia

O Arquivo vai ter a tarefa de gerenciar e realizar o processo de armazenamento dos documentos editoriais de todas as mídias e instituições que fazem parte do Dicastério para a Comunicação da Santa Sé.

Conservar a memória, transmitir os conteúdos, valorizar o próprio patrimônio. Desde sempre os meios de comunicação da Santa Sé tiveram, entre as suas finalidades, a responsabilidade de preservar os documentos de particular relevância histórica, sobretudo dos Pontífices, nos vários formatos. Uma atividade dirigida, não apenas à mais importante finalidade de arquivo e de conservação, mas também para dar vida àquela tradição que, como ultimamente afirmou o Papa Francisco ao parafrasear Gustav Mahler, “é garantia do futuro e não depósito de cinzas”.

Essa “missão na missão” da mídia vaticana está agora sendo fortalecida graças à constituição, por parte do prefeito Paolo Ruffini, do Arquivo Editorial Multimídia do Dicastério para a Comunicação que se insere no âmbito legal vaticano e se conecta à atividade da Comissão Central para os Arquivos da Santa Sé. Esse novo Arquivo passa a ser agora o sujeito que irá gerenciar e realizar o processo de armazenamento dos documentos editoriais (textos, áudios, fotos e vídeos) de todo o Dicastério, garantindo a preservação e o acesso. Significativamente, embora visando à completa digitalização do material, o Arquivo vai compreender inclusive os arquivos herdados das mídias e das instituições que agora fazem parte do Dicastério para a Comunicação.

O Arquivo, cuja coordenação foi confiada a Pietro Cocco – já assistente do diretor de programas da Rádio Vaticano – está inserido na Direção editorial e trabalha em sintonia com o prefeito do Dicastério com base em suas indicações, sublinhando a importância que é atribuída a essa nova realidade. Igualmente relevante é o esforço sinérgico posto em prática para o estabelecimento e a atividade do Arquivo que irá utilizar, em particular, da colaboração da Divisão de Arquivos Audiovisuais da Direção Tecnológica para a aquisição do material, a primeira emissão dos dados técnicos e a otimização dos fluxos internos dos documentos produzidos. A distribuição e a suspensão, a terceiros, dos direitos de uso dos produtos editoriais permanecerão de responsabilidade da Direção para Assuntos Gerais do Dicastério.

Fonte: Vatican News