Maria está em uma altura inimaginável diante de Deus

Reflexão Solenidade Assunção de Nossa Senhora – 20/08/2017

“Maria está em uma altura inimaginável diante de Deus”

Temos uma Mãe. Que maravilha! Somos verdadeiramente abençoados por Deus, que em sua infinita misericórdia não deixou faltar nada a nós. Pensou até em nos favorecer com a Mãe, pois que seria de nós sem ela?

Celebramos a Assunção de Maria. Sabemos que “assunção” é que ela foi levada ao Céu pelas mãos de Deus e subiu de corpo e alma – que é a ressurreição de Maria. Jesus prometeu – Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.(Jo 3,15)“que o ressuscite”.(Jo 6, 39). Maria é a Serva do Senhor. Em toda sua vida cumpriu fielmente a vontade de Deus assumindo sua missão, sendo a primeira discípula de seu Filho. E pela missão que Maria recebeu de Deus ela foi cumulada de todas as bênçãos para que fosse capaz de realizar tudo o que Deus queria em sua vida, por isso que o Anjo diz: “Ave cheia de Graça” (Lc 1, 2). Maria se torna a criação mais perfeita que Deus realizou, nem nossos primeiros pais, no paraíso, tinha a perfeição de Maria. Ela se torna a representante da humanidade. Aquela que está apta a pedir a Deus a salvação da humanidade, o que se realiza nas bodas de Caná, quando ela diz ao seu filho “eles não tem mais vinho” (Jo 2,1-11).

Neste episódio, o vinho representa a doutrina antiga (vinho velho) já está acabando. E que a salvação é necessária (vinho novo), mas como foi o homem que pecou contra Deus, cabe a ele pedir a salvação e como entre os homens não tem ninguém santo o suficiente para pedir tamanha graça. Deus preparou Maria para ser a intercessora da salvação da humanidade como a portadora da Salvação gerando em seu ventre o Filho de Deus.

Quando olhamos para Maria, podemos, com toda segurança, ver o “modelo”, o “protótipo” da raça humana. O que deveríamos ser, ou o que devemos almejar.

A Missão de Maria foi gerar o salvador dos homens, mas também de ser a cabeça da humanidade aquela que está na frente de toda a raça humana e a única apta a clamar a Deus a salvação dos homens. Contemplar Maria é glorificar a Deus que criou um ser tão perfeito que é inigualável.

Muitas pessoas, até mesmo “católicos”, questionam a nossa devoção a Maria. Esta devoção não é fruto apenas um divisionismo popular que foi criando modos e formas de agraciar a Mãe de Jesus. O que não tem nada de errado, mas devemos ter consciência de quem é esta Mulher e o seu papel no plano de Deus. Pensemos um pouco a encarnação do Verbo no seio de Maria. Naquele momento estava o Pai, o Verbo e o Espírito Santo juntamente com Maria, onde o Espírito de Deus encarna o Verbo, que se aniquila, e se torna humano em forma de um embrião e inicia seu desenvolvimento. Maria não estava de forma passiva e sim ativa naquele momento de Glória. “É porque Maria, em virtude de sua maternidade Divina, passa a formar parte da ordem hipostática”. (Hipostática = pessoa, quando o verbo se faz carne assumindo a natureza humana em sua divindade sendo uma só pessoa com duas naturezas). “como dizem os teólogos, a ordem hipostática supera imensamente a da garça”. (Teología de laPerfección Cristiana).

Para compreendermos um pouco esta afirmação: todos os seres humanos participam em Deus pela graça que Cristo conquistou na cruz, Maria participou desta mesma graça quando foi gerada em sua mãe Ana e participou da união hipostática quando o verbo foi concebido em seu ventre. Isto supera todo ser criado e toda a criação.

Então quando falamos de Maria temos que pensar bem, ela é muito mais do que podemos imaginar. Nossos Bispos em Puebla disseram: “Maria está em uma altura inimaginável diante de Deus”.

Salve Maria.

 

Antonio ComDeus

 Reze o Terço da Misericórdia ao vivo conosco, de segunda a sexta-feira às 15h em nosso facebook www.fb.com/editoracomdeus

 

Liturgia da Solenidade Assunção de Nossa Senhora 20/08/2017

 1ª Leitura – Ap 11,19a; 12,1-6a.10ab

Apareceu no céu um grande sinal.

 

Salmo – Sl44(45),10bc.11.12ab.16 (R. 10b)

À vossa direita se encontra a rainha, com veste esplendente de ouro de Ofir.

 

2ª Leitura – 1Cor 15,20-26.28

Entregará a realeza a Deus-Pai, para que Deus seja tudo em todos.

 

Evangelho – Lc 1,39-56

Como posso merecer que a mãe do meu Senhor venha visitar-me?