Reflexão Ascensão do Senhor da Páscoa – 2017

‘Maranatha’ – vem Senhor Jesus

Estamos na Festa da Ascensão, clamemos ao Senhor que nos dê o “espírito de sabedoria que vo-lo revele e faça verdadeiramente conhecer. Que ele abra o vosso coração à sua luz,para que saibais qual a esperança que o seu chamamento vos dá,qual a riqueza da glória que está na vossa herança com os santos”.

Recebemos o Espírito Santo em nosso Batismo, conforme a ordem de Jesus dada aos Apóstolos, como nos mostra o Evangelho. É este Espírito Santo prometido pelo Pai no Antigo Testamento, revelado por Cristo como a Terceira Pessoa da Trindade e enviado por Ele e pelo Pai, que se manifestou em Pentecostes e tem a missão de santificar a Igreja de Cristo.

Jesus derramou o Espírito Santo sobre os Apóstolos no dia da Páscoa, “na tarde daquele mesmo dia”, conforme nos mostra o Evangelho de João (Jo 20,19-23) para que eles pudessem entender todas “as instruções pelo Espírito Santo”. E depois desses dias subiu aos Céus e enviou o Espírito Santo no dia de pentecostes onde nasce a Igreja.

Importante é percebermos que a ordem é ficar em Jerusalém – esta representa a graça, a vida de oração, à busca incessante da comunhão com Deus – e esta deve ser nossa atitude, pois somente assim seremos testemunhas de Jesus, somente assim caminharemos na santidade. A nossa santidade é a participação naquele que é santo. Somos santos por causa da presença do Espírito Santo que habita em nós, pelo batismo. Muito pensam que santidade é sinal de poder, de dominar as coisas do céu, de ter poder sobre os outros, mas não, santidade é abandono, é renúncia de si mesmo, é deixar-se conduzir pelo Espírito, afinal o “Espirito sopra a onde quer” (Jo 3, 8).

Essa deve ser a nossa busca constante – abrir nosso coração e nosso entendimento – ao Espírito Santo para que Ele seja o mestre de nossas almas, nos conduza pelos caminhos espirituais e nos forme como bons discípulos de Cristo para sermos “testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e na Samaria, e até os confins da terra”.Temos duas importantes missões, depois de mergulhados no Espírito de Deus, testemunharmos que Jesus é o Senhor e Salvador de todos os homens e um olhar fito no Céu observando os sinais do Reino esperando a volta gloriosa de Jesus: “Homens da Galiléia, por que ficais aqui, parados, olhando para o céu?Esse Jesus que vos foi levado para o céu,virá do mesmo modo como o vistes partir para o céu”. Esta é nossa esperança – de Cristo reestabelecer, neste mundo o Seu Reino – retirando toda iniquidade, vencendo definitivamente o inimigo e estabelecendo seu Reino onde: “Vi, então, um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra desapareceram e o mar já não existia. Eu vi descer do céu, de junto de Deus, a Cidade Santa, a nova Jerusalém, como uma esposa ornada para o esposo. […] Enxugará toda lágrima de seus olhos e já não haverá morte, nem luto, nem grito, nem dor, porque passou a primeira condição. […] Os tíbios, os infiéis, os depravados, os homicidas, os impuros, os maléficos, os idólatras e todos os mentirosos terão como quinhão o tanque ardente de fogo e enxofre, a segunda morte”.(Ap 21, 1-8).

Por isso que em nossas orações e na liturgia da Igreja sempre clamamos: ‘Maranatha’ – vem Senhor Jesus. (Ap 22, 20)(1Cor 16,22).

Antonio ComDeus

Ascensão do Senhor da Páscoa – 28 de Maio de 2017

1ª Leitura – At 1,1-11

Jesus foi levado aos céus, à vista deles.

Salmo – Sl 46,2-3.6-7.8-9 (R.6)

  1. Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta.

2ª Leitura – Ef 1,17-23

E o fez sentar-se à sua direita nos céus.

Evangelho – Mt 28,16-20

Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra.