Reflexão 10º Domingo Tempo Comum – Ano C – 2016

alt

Estamos no tempo comum e com este tempo somos convidados a refletir sobre os atos de Jesus, seus ensinamentos e seus milagres. Neste final de semana a Igreja nos convida a olhar bem de perto a “Deus veio visitar o seu povo”, esta é a exclamação do povo que diante do milagre operado por Jesus “ficaram com muito medo e glorificavam a Deus”. Mas esta é a pedagogia de Deus – ensinar e provar seus ensinamentos com sinais irrefutáveis de sua manifestação – vemos que Elias, o maior profeta do Antigo Testamento, está na casa de uma senhora com seu filho doente. A mulher o desafia e com as orações de Elias, colocando o menino em sua cama, Deus reestabelece sua saúde. Somente assim a mulher crê que Elias é um homem de Deus.

Quando olhamos para Paulo diante da comunidade dos Gálatas, que também é questionado pelo seu ministério de pregador e acusado como um usurpador, este mostra a estes de onde nasceu seu ministério – não foi por mãos humanas, mas o próprio Jesus que lhe ensinou tudo o que conhecia – “não o recebi nem aprendi de homem algum, mas por revelação de Jesus Cristo”. E é este milagre que aconteceu na vida de Paulo que nos mostra o grande formador de comunidades e o grande anunciador da Palavra de Deus. Ele mesmo nos diz: Conheço um homem em Cristo que há catorze anos foi arrebatado até o terceiro céu. Se foi no corpo, não sei. Se fora do corpo, também não sei; Deus o sabe. E sei que esse homem – foi arrebatado ao paraíso e lá ouviu palavras inefáveis, que não é permitido a um homem repetir. Desse homem eu me gloriarei, mas de mim mesmo não me gloriarei, a não ser das minhas fraquezas. Pois, ainda que me quisesse gloriar, não seria insensato, porque diria a verdade. Mas abstenho-me, para que ninguém me tenha em conta de mais do que vê em mim ou ouve dizer de mim”. (1Cor 12 2,6). (grifo nosso). Esta é a grande experiência de Paulo, que o levou a proclamar o evangelho com todo desassombro e hoje temos nossa Igreja que, em sua maioria, dependeu do esforço de Paulo.

Assim vemos a forma como Deus atua no meio de seu povo. Deus nos fala e prova o que fala através de milagres, curas, soluções de problemas, casos resolvidos de forma espetacular, enfim Deus atua na vida de seus filhos como em toda Igreja. Veja bem: Quais os testemunhos que você tem da manifestação de Deus em sua vida e em sua família? Se prestarmos a atenção veremos que o Senhor está, todos os dias, nos cobrindo de graças e realizando milagres em nossa vida, alguns destes são irrefutáveis pela ciência e por qualquer descrente que apareça. Veja, nossa Igreja é a Igreja dos milagres. Somos a Igreja da Palavra e dos Sinais!

Deus não está distante. Muitos pensam que Deus criou tudo e deixou à mercê dos homens e da natureza e um dia voltará para ver o que sobrou. Mas não é assim. É Deus que dá a existência e está, em todo ser criado, sustentando cada ser. Ele participa da vida de cada um de nós, como criador e como amigo, que não se separa, por que ama intensamente o ser amado. Assim você deve ficar atento em seu caminhar, pois o Senhor não sai de perto de você nem um segundo, mesmo quando pecamos. Em nosso pecado, principalmente os graves, nós nos separamos d’Ele, mas Ele não se separa de nós.

Portanto, permita que os milagres de Deus se realizem intensamente em sua vida e aprenda com o Senhor, pois certamente ele estará trazendo ensinamentos com os milagres. Fique ligado.!

Antonio ComDeus

 

10º Domingo – Tempo Comum

1ª Leitura – 1Rs 17,17-24

Eis aqui, vivo, o teu filho.

Salmo – Sl 29,2.4.5-6.11.12a.13b (R.2a.4b)

R. Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes

e preservastes minha vida da morte!
2ª Leitura – Gl 1,11-19
para que eu o pregasse entre os pagãos.

 

Dignou-se revelar-me o seu Filho,

Evangelho – Lc 7,11-17                   

Jovem, eu te ordeno, levanta-te!