Reflexão 21º Domingo Tempo Comum – Ano B – 2015

altAs leituras deste final de semana são de grandes meditações e cada uma daria para fazer uma reflexão inteira, mas vamos tentar colocar o centro de cada uma em nossa reflexão semanal. Quando vemos Josué fazendo esta pergunta a seu povo: “escolhei hoje a quem quereis servir”. Será que esta pergunta não seria propícia para o nosso tempo? Será que nosso povo Cristão está seguindo a Deus em seus mandamentos, cumprindo seu chamado? Ou está dividido entre o que o mundo impõe e o que Deus propõe? O que mais vemos hoje são cristãos querendo levar uma vida “light” sem nenhuma preocupação de viver a radicalidade do evangelho. Muitos tentam viver um cristianismo mascarado apenas para um desencargo de consciência e mergulhado num mundo de hedonismo buscando a cada momento as novidades dos prazeres do mundo e se contaminando com os pensamentos impostos pela sociedade. Muitos concordam com Ideologia de gênero, com o homossexualismo como escolha de vida, com o aborto, pois a mulher é dona de seu corpo e por ai vão estes pensamentos e atitude contraria ao evangelho. Será que podemos dizer: “Quanto a mim e à minha família, nós serviremos ao Senhor”. Sabemos que o maior alvo desta sociedade, que está sob o poder do demônio, é de destruir a família, portanto precisamos investir na formação de nossa casa dentro dos parâmetros do evangelho.

A Família é projeto do Pai, onde a nossa semelhança a Deus mais acontece, “façamos o homem (homem e mulher) a nossa imagem e semelhança”. Deus nos criou família e ordenou “crescei-vos e multiplicai-vos” e os dois se unirão e se tornarão “uma só carne”. Aqui está o maior Dom e Poder dado aos homens – ser capaz de “gerar” um ser conforme sua natureza e dar a ele tudo exceto o ser pai, o ser gerado é filho (a). Mas não foi isso que Deus Pai fez? Gerou o filho, desde toda eternidade, e deu ao Filho sua natureza divina exceto o ser Pai? Pois é! Fomos criados a semelhança do Criador para participarmos do Seu Amor e no Amor podermos criar um mundo com pessoas da mesma natureza. Deus são três pessoas sendo uma só divindade que é sua natureza – Divina. Nós seres humanos somos milhões, bilhões… Sendo a mesma natureza – Humana. E Deus criou homem e mulher para que formasse um só corpo e nesta unidade de amor e comunhão gerasse sua espécie. Por isso que a família é semelhança da Igreja. Jesus gerou sua Igreja na Cruz resgatando o ser humano da morte eterna e fazendo com ele uma comunhão aos moldes da Trindade e Jesus cuida de sua Igreja ornando-a de dons, graças para que ela seja perfeita e gere filhos no Amor (sacramentos) e os santifique na comunhão entre seus filhos e Seu Senhor. Por isso que o homem deve amar sua esposa, cuidar, preservar, enaltecer, protege-la ao ponto que ela seja a mais perfeita, linda, maravilhosa – Mãe, Mulher, Esposa, sem mancha nem rugas e de outro lado à mulher saiba que alguém se doa por ela e que aceite ser servida pelo seu marido, afinal é ela que gera em seu ventre os filhos da promessa. A mulher se torna o centro da vida familiar e o homem o responsável pela família e que nada falte para que o aconchego do lar seja um reflexo do Deus Trino. Parece que a sociedade capitalista, materialista, ateísta gera na sociedade um ser humano totalmente descomprometido com os planos de Deus e que tudo faz para distanciar e destruir sua imagem divina. A Família é um DOM.

 

Depois do discurso do Pão da vida, os discípulos (não os Apóstolos) ficaram escandalizados com as palavras de Jesus e começaram a discutir e negar a presença real na Eucaristia – Corpo, Sangue, Alma e Divindade – ao ponto que Jesus não se importa com a saída deles entre seus seguidores. Ainda pergunta se os Apóstolos não querem fazer o mesmo, e Pedro faz uma profissão de fé – “A quem iremos Senhor?Tu tens palavras de vida eterna. Nós cremos firmemente e reconhecemos que tu és o Santo de Deus”. E se você professa a mesma fé de Pedro então o Pai te chamou para conhecer a plena verdade: “ninguém pode vir a mima não ser que lhe seja concedido pelo Pai”. Então você foi escolhido por Deus a conhecer, viver e santificar no pleno conhecimento da verdade. Então a sua vida é viver o projeto de Deus, essa é sua vocação. Não desperdice sua vida com frivolidades, você tem uma missão – Implantar o Reino de Deus.

 

Antonio ComDeus

 

21º Domingo Tempo Comum – Ano B – 2015 

 

1ª Leitura – Js 24,1-2a.15-17.18b

Serviremos ao Senhor, porque ele é o nosso Deus.

 

Salmo – Sl 33,2-3.16-17.18-19.20-21.22-23 (R.9a)

R. Provai e vede quão suave é o Senhor!

 

2ª Leitura – Ef 5,21-32

Este mistério é grande, em relação a Cristo e à Igreja.

 

Evangelho – Jo 6,60-69

A quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna.