Reflexão 1º Domingo do Advento

alt

Estamos no tempo do advento, tempo de espera. Esperamos o Senhor que virá no Natal, não estamos celebrando o aniversário de Jesus, isto não se celebra na liturgia, mas a vinda do Senhor. A vinda do menino Jesus que nasceu em Belém, sim celebramos a “vinda” no hoje de nossa história, pois em Jesus tudo é presente. Ele recapitulou n’Ele toda a vida humana e tudo em Jesus tem um valor eterno, não celebramos o passado numa recordação saudosista e sim atualizamos toda a história no “agora” de nosso tempo,

portanto a liturgia da igreja não está fixada no cromos (tempo do cronometro), mas no Kairós que é o tempo da graça, é este tempo que vivemos, celebramos e mergulhamos no mistério de nossa salvação.

Mas também celebramos neste advento a espera do Senhor que vem, sim Ele voltará não mais como um membro da família de Nazaré que ninguém percebeu quem ele era, mas como o Senhor, o Rei de todo universo para colocar um fim no tempo do inimigo que ainda hoje busca assolar o povo de Deus. Por isso que Paulo nos fala: “Irmãos: Vós sabeis em que tempo estamos, pois já é hora de despertar”. É hora de despertar, de assumir a condição de filhos de Deus, de povo santo reserva a Deus por sua livre vontade e estar de sentinela na espera da chegada de Jesus Rei. É o que o evangelho nos fala, é o fim dos tempos em que Jesus vem recolher os seus, e como será? Jesus nos dá todas as pistas. “Todos comiam e bebiam”, isto é levavam uma vida normal, o mundo não estava desabando, os homens não estavam morrendo aos montes, a Terra não estava em dilúvio, o mundo não estava incendiado, Não! “Todos comiam e bebiam”. Isto nos quer dizer que quando menos se esperar Jesus virá, não é no sentido de nos pegar desprevenidos, mas nos alerta a estar sempre preparados a entrar na glória do Filho de Deus. Esta é a grande recomendação do Senhor – Esteja preparado para ir ao encontro de seu Senhor – Mais do que isso esteja ansioso, na expectativa, no desejo deste encontro, como a mulher apaixonada que não vê a hora do noivo chegar para as núpcias, para o alge de sua comunhão e plena doação.

No Tempo do Advento refletimos sobre a segunda vinda de Jesus e a Igreja clama em todas as celebrações – Maranatha (Vem Senhor Jesus) em Apocalipse 22, 17 diz: “O Espírito e a Esposa dizem vem Senhor Jesus”. Que você, eu e toda a Igreja clamemos ao Senhor: Maranatha! Maranatha! Maranatha.

 

Antonio ComDeus

 

 

1ª Leitura – Is 2, 1-5

Leitura do Livro do Profeta Isaías 2,1-5

 

Salmo – Sl 121, 1-2.4-5.6-7.8-9 (R. Cf. 1)

R. Que alegria, quando me disseram:’Vamos à casa do Senhor! 

2ª Leitura – Rm 13,11-14a

A salvação está mais perto de nós.