Reflexão 22º Domingo do Tempo Comum 2013

altEstamos iniciando o mês da Bíblia, é uma ocasião favorável de fazermos uma boa pergunta: O que realmente a Bíblia representa em minha vida? Saber que é a Palavra de Deus e que contém a revelação de Deus aos homens isto não é novidade. A pergunta é: O que ela realmente representa pra mim? Qual a importância dela em minha vida? É pelo grau de importância que demonstramos nosso amor, apreciação e uso da Bíblia em nosso dia a dia. Pois, somente quando algo é importante, que nos leva a estar com ela todos os dias, todas as horas. A Bíblia não é somente letras colocadas de forma ordenada para ter um sentido de leitura, Ela é a “Palavra de Deus” e a Palavra de Deus é Jesus, então a Bíblia é Jesus. 

“Jesus é o Verbo que se fez carne” (Jo 1, 14) Verbo significa Palavra. A Sagrada Escritura todinha é o próprio Senhor, pois tudo nela se refere ao Senhor. Assim nosso amor a Divina Palavra e nossa dedicação, uso diário é a representação do quanto nós temos por ela o reconhecimento do que ela é e o quanto ela faz diferença em nossa vida.

Olhando para a liturgia de hoje, assim como toda a liturgia da Igreja vemos que só tem sentido se a base for a S.E. É nela que aprendemos e direcionamos a nossa vida para Deus. Certamente, ela não é a única fonte de revelação temos também a Sagrada Tradição que é tudo o que foi transmitido e vivido pelos Apóstolos e que não consta na Sagrada Escritura, mas está na vida da Igreja desde os tempos Apostólicos.

Hoje o Senhor nos fala de humildade e generosidade e que somente estes agradam a Deus: “Pois grande é o poder do Senhor,mas ele é glorificado pelos humildes.Para o mal do orgulhoso não existe remédio,pois uma planta de pecado está enraizada nele,e ele não compreende”. Somente o humilde agrada a Deus. Para o orgulhoso não existe lugar para Deus, pois ele se acha deus. Mas como é o orgulhoso? Muitas vezes detectamos pelas suas ações de prepotência, de autossuficiente, de soberba, mas muitas vezes conseguimos detectar outro tipo de orgulhoso, àquele que é indiferente a Deus. Na vida, é uma boa pessoa, se dá bem com todos, é uma pessoa honesta, trabalhadora, até ajuda as pessoas quando solicitado, mas ignora Deus e não quer nenhuma relação com o criador, sabe que Ele existe, e que é todo poderoso e que um dia vai ter que encontrar com Ele, mas, no hoje de sua vida, é indiferente e toca sua vida sem nada se importar com o Criador, muito menos em ter alguma relação com Jesus e com a Igreja nem pensar. Foge de tudo e de todos para não ter um momento sequer diante de algo que seja sagrado. Este é o orgulhoso. Pensa somente nas vantagens que pode alcançar e o que pode sugar de todas as pessoas que estão ao seu lado e tudo o que faz tem que gerar um “lucro” pessoal, caso contrário, evita ao máximo qualquer ação. Certamente não se dobrará diante do criador nem se este aparecer em pessoa a sua frente.

“Porque quem se eleva, será humilhado e quem se humilha, será elevado”. Deus jamais irá desejar humilhar qualquer um de seus filhos, mas seus filhos ao contemplar sua glória se vêem numa ínfima condição que não tem outra posição a não ser a prostração diante de Seu Senhor. E quando a pessoa reconhece seu criador irá olhar para toda a obra criada e irá perceber o quanto Deus colocou perfeição nas coisas e pessoas ao ponto de nunca mais ver o pecado e sim a obra prima de Deus, neste sentido tudo o que está a sua volta é manifestação da glória de Deus, então sua posição será sempre a amar e servir. E por mais que se aproxima da santidade nesta comunhão com Deus mais sentirá sua pobreza e sua pequenez, quanto mais Deus em sua vida, mais sua vida será aniquilada. Por isso que aquele que não se importa com Deus não o tem dentro de si é deus de si mesmo.

 

“Senhor! Vem em socorro de minha fraqueza, pois muitas vezes me vejo senhor de mim e caio no pecado me afastando mais de ti. Salva-me Senhor!”.

 

Antonio ComDeus

 


 

1ª Leitura – Eclo 3,19-21.30-31 (gr. 17 -18.20.28-29)

Sê humilde e encontrarás graça diante do Senhor.

 

Salmo – Sl 67, 4-5ac.6-7ab.10-11 (R. Cf. 11b

R.Com carinho preparastes uma mesa para o pobre.

 

2ª Leitura – Hb 12,18-19.22-24a

Vós vos aproximastes do monte Sião e da cidade do Deus vivo.

 

Evangelho – Lc14,1.7-14

Quem se eleva, será humilhado e quem se humilha, será elevado.