Reflexão 10º Domingo do Tempo Comum

Iniciamos a segunda parte do tempo comum, este tempo é dedicado aos feitos de Jesus e seus ensinamentos, também neste período a Igreja dedica aos santos em suas festas e datas comemorativas é o tempo de penetrarmos nos ensinamentos de Jesus e vivermos a realidade do evangelho em suas pregações.

Vemos na primeira leitura o pecado que entra na humanidade e desfigura os homens de sua semelhança com o Criador. O homem perde a pureza, perde a relação de amizade com seu Senhor e tudo por causa da soberba que foi instigada por Satanás. 

É bom vermos que Deus criou o ser humano perfeito e que o pecado entrou na humanidade por uma permissão do homem que quis ser igual a Deus, mas vemos nessa leitura o que a Igreja chama de “proto evangelho”, quando Deus diz: “Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela”. Neste texto Deus promete que na descendência da mulher virá alguém que destruirá o mal – Jesus – Esse mal que tanto destruiu e causou, como ainda causa, um grande desastre aos seus filhos. Mas seus dias estão contado, a partir do pecado de nossos primeiros pais, os dias do inimigo está contado e Deus vai destruí-lo passo a passo, afinal Satanás é o inimigo de Deus.

Assim na segunda leitura somos orientados que nada se compara com aquilo que não vemos, mas já experimentamos neste mundo e que de forma plena se realizará na eternidade. Colocar sua vida a mercê do Senhor é seguir seu caminho o que muitas vezes resulta em perseguições, incompreensões, calúnias e tantas outras formas de dificuldade, mas o que olhamos e vemos não está aqui neste mundo e neste plano de vida, mas na eternidade, “Com efeito, o volume insignificante de uma tribulação momentânea acarreta para nós uma glória eterna e incomensurável”. É o que olhamos e esperamos e é o Espírito Santo que nos revela tudo o que podemos ter na eternidade e quanto mais nos aproximarmos de Deus e caminharmos na vida no Espírito mais teremos em nós a claridade do que nos espera na eternidade feliz. Santa Rosa de Lima dizia que se soubéssemos o que nos espera nos céu desejaríamos todo sofrimento na terra. Somente os santos podem ver e perceber a realidade do Céu e sabemos que o Reino de Deus começa aqui, então vamos nos esforçar para viver um pouco da eternidade no dia a dia de nossa vida afinal a eternidade é este instante de nossa vida. Viver o eterno é viver intensamente o momento presente com toda intensidade em Deus no poder de seu Espírito.

Jesus se coloca como alguém que tem pressa, não pode parar tem que anunciar o evangelho essa disposição de Jesus leva seus parentes pensar que Ele estava louco (fora de si). Tentam ver Ele como obra do Demônio, querem de toda forma não dar o crédito do que Ele estava realizando buscando escapar de um confronto com a verdade e ter que mudar de vida. Por isso que Jesus vai dizer que todo aquele que pecar contra o Espírito santo não será perdoado, isto é, todo aquele que, de forma consciente, fechar seu coração ao amor e fizer uma opção radical pelo mal estará condenado.  Veja bem Jesus nos convida a uma mudança de vida e buscarmos as coisas do alto muito mais que as da terra e se buscamos as coisas deste mundo é para nos levar a atingir as coisas do alto, portanto nada nos importa senão a Glória em Deus. Vamos mudar vamos nos dar a conhecer a Deus de forma que Ele possa realizar em nós uma vida nova, nem que tenhamos que parecer diante da sociedade como um louco, como alguém diferente, mas que sejamos do Senhor e tenhamos a presa d’Ele de evangelizar, de falar de Seu amor de podermos levar outros irmãos ao encontro pessoal com Deus. Não paremos, não descansemos, vamos ser arauto do evangelho, outros tantos precisam de Deus, temos que falar d’Ele. Não pare. Viva uma vida em Deus. Experimente este amor benevolente “E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas faça crescer a ação de graças para a glória de Deus. Por isso, não desanimamos. Mesmo se o nosso homem exterior se vai arruinando, o nosso homem interior, pelo contrário, vai-se renovando, dia a dia”. 

Renove-se hoje, agora, não perca tempo. Nada, Nada vale mais que uma eternidade feliz.

Seja Feliz. Seja de Deus.

Antonio ComDeus


1ª Leitura – Gn 3,9-15 

Porei inimizade entre a tua descendência 

e a descendência da mulher

Leitura do Livro do Gênesis 3,9-15


Depois que o homem comeu da fruta da árvore,

9o Senhor Deus chamou Adão, dizendo:

‘Onde estás?’

10E ele respondeu:

‘Ouvi tua voz no jardim,

e fiquei com medo,

porque estava nu;

e me escondi’.

11Disse-lhe o Senhor Deus:

‘E quem te disse que estavas nu?

Então comeste

da árvore,

de cujo fruto te proibi comer?’

12Adão disse:

‘A mulher que tu me deste por companheira,

foi ela que me deu

do fruto da árvore,

e eu comi’.

13Disse o Senhor Deus à mulher:

‘Por que fizeste isso?’

E a mulher respondeu:

‘A serpente enganou-me e eu comi’.

14Então o Senhor Deus disse à serpente:

‘Porque fizeste isso, serás maldita

entre todos os animais domésticos

e todos os animais selvagens!

Rastejarás sobre o ventre

e comerás pó todos os dias da tua vida!

15Porei inimizade entre ti e a mulher,

entre a tua descendência e a dela.

Esta te ferirá a cabeça

e tu lhe ferirás o calcanhar’.

Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 129,1-2.3-4ab.4c-6.7-8 (R. 7) 

R.No Senhor toda graça e redenção!

1Das profundezas eu clamo a vós, Senhor,*

2escutai a minha voz!

Vossos ouvidos estejam bem atentos*

ao clamor da minha prece!R.


3Se levardes em conta nossas faltas,*

quem haverá de subsistir?

4Mas em vós se encontra o perdão,*

eu vos temo e em vós espero.R.


5No Senhor ponho a minha esperança,*

espero em sua palavra.

6A minh’alma espera no Senhor*

mais que o vigia pela aurora.R.


7Espere Israel pelo Senhor,*

pois no Senhor se encontra toda graça

e copiosa redenção.

8Ele vem libertar a Israel*

de toda a sua culpa.R.


2ª Leitura – 2Cor 4,13-18- 5,1 

Nós também cremos e, por isso, falamos


Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 4,13-18-5,1

Irmãos:

13Sustentados pelo mesmo espírito de fé,

conforme o que está escrito:

‘Eu creio e, por isso, falei’,

nós também cremos e, por isso, falamos,

14certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus

nos ressuscitará também com Jesus

e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco.

15E tudo isso é por causa de vós, para que

a abundância da graça em um número maior de pessoas

faça crescer a ação de graças para a glória de Deus.

16Por isso, não desanimamos.

Mesmo se o nosso homem exterior se vai arruinando,

o nosso homem interior, pelo contrário,

vai-se renovando, dia a dia.

17Com efeito, o volume insignificante

de uma tribulação momentânea

acarreta para nós uma glória eterna e incomensurável.

18E isso acontece,

porque voltamos os nossos olhares para as coisas 

invisíveis e não para as coisas visíveis.

Pois o que é visível é passageiro,

mas o que é invisível é eterno.

5,1De fato, sabemos que,

se a tenda em que moramos neste mundo for destruída,

Deus nos dá uma outra moradia no céu

que não é obra de mãos humanas, mas que é eterna.

Palavra do Senhor.

Evangelho – Mc 3,20-35 

Satanás será destruído


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 3,20-35


Naquele tempo:

20Jesus voltou para casa com os seus discípulos.

E de novo se reuniu tanta gente

que eles nem sequer podiam comer.

21Quando souberam disso,

os parentes de Jesus saíram para agarrá-lo,

porque diziam que estava fora de si.

22Os mestres da Lei, que tinham vindo de Jerusalém,

diziam que ele estava possuído por Belzebu,

e que pelo príncipe dos demônios

ele expulsava os demônios.

23Então Jesus os chamou e falou-lhes em parábolas:

‘Como é que Satanás pode expulsar a Satanás?

24Se um reino se divide contra si mesmo,

ele não poderá manter-se.

25Se uma família se divide contra si mesma,

ela não poderá manter-se.

26Assim, se Satanás se levanta contra si mesmo e

se divide, não poderá sobreviver, mas será destruído.

27Ninguém pode entrar na casa de um homem forte

para roubar seus bens, sem antes o amarrar.

Só depois poderá saquear sua casa.

28Em verdade vos digo:

tudo será perdoado aos homens, tanto os pecados, 

como qualquer blasfêmia que tiverem dito.

29Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo,

nunca será perdoado,

mas será culpado de um pecado eterno’.

30Jesus falou isso, porque diziam:

‘Ele está possuído por um espírito mau’.

31Nisso chegaram sua mãe e seus irmãos.

Eles ficaram do lado de fora e mandaram chamá-lo.

32Havia uma multidão sentada ao redor dele.

Então lhe disseram:

‘Tua mãe e teus irmãos estão lá fora à tua procura’.

33Ele respondeu:

‘Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?’

34E olhando para os que estavam sentados ao seu redor,

disse: ‘Aqui estão minha mãe e meus irmãos.

35Quem faz a vontade de Deus,

esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe’.

Palavra da Salvação.