Reflexão: Natal do Senhor (Missa da Meia-noite)

Noite de Natal, celebramos o nascimento de nosso Salvador. Quando vemos a narração do nascimento do Menino Jesus algo bate forte em nosso peito – Como pode Deus vir nos visitar e escolher uma vida pobre e nascer numa gruta e ser colocado em uma manjedoura? Como estava o coração de Maria e de José, sabendo que aquele menino vinha da parte de Deus e era a esperança de Israel, o cumprimento das promessas do passado e, os dois, Maria e José não tendo nada a oferecer, não tem lugar para se hospedar, é algo para que fiquemos em aflição. Imagino eu, e talvez você sendo Pai, em uma situação como esta em que nossa esposa grávida não tem lugar, casa e muito menos hospital para receber seu filho que nasce.

É desesperador. Mas José e Maria têm o que o mundo não tem – amor, carinho e cuidado para receber o “filho do Homem”. É um momento sublime em que os Anjos vêm anunciar àqueles que estão acordados, as maravilhas de Deus. Deus quer, como um pai, como nós, anunciar a todos o nascimento de seu filho: “Imediatamente juntou-se ao Anjo uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus, dizendo: ‘Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados”.

Abra o seu coração nesta noite e deseje uma nova luz. Peça que o menino Jesus venha nascer novamente, sim Jesus deve renascer em nós a cada dia, sinta a alegria do casal de Nazaré, seja você Maria e você José, receba-o em seu colo, melhor em seu coração o impacto do amor de Deus e regozije de alegria nesta noite de vitória em que o mundo passa a ter o antes e o depois. Cante bem alto – “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados”. Receba a Paz de Deus, sim a paz por que Ele nos amou mesmo sem sermos digno Deus tomou a iniciativa e escolheu o caminho mais longo para manifestar seu amor. Durante dois mil anos preparou um povo, que Ele próprio escolheu, para que na Plenitude dos Tempos enviasse Seu filho, por isso os anjos cantam “paz na terra” é a conseqüência da ação de Deus. Somos um povo acolhido na paz, mas que paz? O mundo está um constante conflito, as pessoas estão perdidas em suas ambições e uns querendo passar por cima dos outros, a ambição, inveja, corrupção, assassinatos, guerras… Mas a onde está a Paz. Está em Jesus, mas este Jesus não pode ser algo a ser olhado, não pode ser algo a contemplar na história, não pode ser um personagem histórico, um super herói, não! Esse Jesus é uma pessoa que temos que sentir, experimentar, tem que dar sentido a nossa existência, temos que nos apaixonar por Ele, temos que ter uma relação de amor, amizade, uma paixão. Temos que ficar fascinado por essa pessoa que nada, nada em nossa vida terá valor se não passar por Ele. É isso que vemos em Maria e em José – Fascinado, apaixonados, vidrados em Jesus e totalmente entregues aos planos de Deus.

Faça deste Natal o que Maria e José fizeram – Acolheram na simplicidade da manjedoura o Amor que tudo pode mudar.

Feliz e Santo Natal

Antonio ComDeus


LEITURA I – Is 9,1-6

LEITURA DO LIVRO DE ISAÍAS

 

O povo que andava nas trevas viu uma grande luz;

para aqueles que habitavam nas sombras da morte

uma luz começou a brilhar.

Multiplicastes a sua alegria,

aumentastes o seu contentamento.

Rejubilam na vossa presença,

como os que se alegram no tempo da colheita,

como exultam os que repartem despojos.

Vós quebrastes, como no dia de Madiã,

o jugo que pesava sobre o povo,

o madeiro que ele tinha sobre os ombros

e o bastão do opressor.

Todo o calçado ruidoso da guerra

e toda a veste manchada de sangue

serão lançados ao fogo e tornar-se-ão pasto das chamas.

Porque um menino nasceu para nós,

um filho nos foi dado.

Tem o poder sobre os ombros

e será chamado «Conselheiro Admirável, Deus forte,

Pai eterno, Príncipe da paz».

O seu poder será engrandecido numa paz sem fim,

sobre o trono de David e sobre o seu reino,

para o estabelecer e consolidar por meio do direito e da justiça,

agora e para sempre.

Assim o fará o Senhor do Universo.

 

SALMO RESPONSORIAL – SALMO 95 (96)

Refrão: Hoje nasceu o nosso Salvador, Jesus Cristo, Senhor.

Cantai ao Senhor um cântico novo,

cantai ao Senhor, terra inteira,

cantai ao Senhor, bendizei o seu nome.

 

Anunciai dia a dia a sua salvação,

publicai entre as nações a sua glória,

em todos os povos as suas maravilhas.

 

Alegrem-se os céus, exulte a terra,

ressoe o mar e tudo o que ele contém,

exultem os campos e quanto neles existe,

alegrem-se as árvores das florestas.

 

Diante do Senhor que vem,

que vem para julgar a terra:

Julgará o mundo com justiça

e os povos com fidelidade.

 

LEITURA II – Tito 2,1-14

LEITURA DA EPÍSTOLA DO APÓSTOLO SÃO PAULO A TITO

 

Caríssimo:

manifestou-se a graça de Deus,

fonte de salvação para todos os homens.

Ele nos ensina a renunciar à impiedade e aos desejos mundanos

para vivermos, no tempo presente,

com temperança, justiça e piedade,

aguardando a ditosa esperança e a manifestação da glória

do nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo,

que Se entregou por nós,

para nos resgatar de toda a iniqüidade

e preparar para Si mesmo um povo purificado,

zeloso das boas obras.

 

ALELUIA – LC 2,10-11

Aleluia. Aleluia.

 

Anuncio-vos uma grande alegria:

Hoje nasceu o nosso Salvador, Jesus Cristo, Senhor.

 

EVANGELHO – Lc 2,1-14

EVANGELHO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO LUCAS

 

Naqueles dias, saiu um decreto de César Augusto,

para ser recenseada toda a terra.

Este primeiro recenseamento efetuou-se

quando Quirino era governador da Síria.

Todos se foram recensear, cada um à sua cidade.

José subiu também da Galiléia, da cidade de Nazaré,

à Judéia, à cidade de David, chamada Belém,

por ser da casa e da descendência de David,

a fim de se recensear com Maria, sua esposa,

que estava para ser mãe.

Enquanto ali se encontravam,

chegou o dia de ela dar à luz

e teve o seu Filho primogênito.

Envolveu-O em panos e deitou-O numa manjedoura,

porque não havia lugar para eles na hospedaria.

Havia naquela região uns pastores que viviam nos campos

e guardavam de noite os rebanhos.

O Anjo do Senhor aproximou-se deles

e a glória do Senhor cercou-os de luz;

e eles tiveram grande medo.

Disse-lhes o Anjo: «Não temais,

porque vos anuncio uma grande alegria para todo o povo:

nasceu-vos hoje, na cidade de David, um Salvador,

que é Cristo Senhor.

Isto vos servirá de sinal:

encontrareis um Menino recém-nascido,

envolto em panos e deitado numa manjedoura».

Imediatamente juntou-se ao Anjo

uma multidão do exército celeste,

que louvava a Deus, dizendo:

«Glória a Deus nas alturas

e paz na terra aos homens por Ele amados».