27º Domingo do Tempo Comum – Ano A

Somos a vinha do Senhor, seu povo escolhido, o povo da predileção. A leitura de Isaías é linda, veja o amor de Deus pela boca do profeta: “Vou cantar para o meu amado o cântico da vinha de um amigo meu”. O Senhor plantou uma vinha especial, uma propriedade Sua algo tão particular que não conseguimos alcançar a dimensão desta propriedade. Deus se esqueceu do resto do mundo por alguns instantes e dedicou ao povo por Ele escolhido para manifestar o Seu amor fazendo amigos no meio dos homens. 

Mas este povo não soube responder aos privilégios que Deus lhes concedeu e ainda, este Deus Amoroso chora pela negação de seu povo e lamenta suas atitudes como um apaixonado – “O que poderia eu ter feito a mais por minha vinha e não fiz?”.  O Povo de Israel foi o povo escolhido por Deus. Não compreenderam o projeto de Deus, agiram sem responsabilidade, arbitrariamente, destruíram o que Deus estava plantando e como se não bastasse, Deus, depois de enviar seus profetas, que foram mortos de tantas formas pelo povo eleito, manda seu próprio Filho que foi igualmente torturado e sacrificado pelo povo escolhido por Deus.

 

Agora, diz Jesus, que a vinha será entregue a outro povo. Este povo somos nós, a Igreja Católica, instituída pelo Senhor na pessoa de Pedro e nos apóstolos que chega até nós na pessoa do Papa com o Colégio dos Bispos. Agora somos nós a raça escolhida, o povo da predileção de Deus. E o que estamos fazendo com a vinha que o Senhor nos confiou? Como estamos tratando e cultivando esta vinha? A quem estamos oferecendo os frutos da vinha? Como estamos cuidando do campo aonde à vinha está plantada e do lagar onde o fruto é processado? Será que não estamos repetindo o mesmo que o povo de Israel? São perguntas intrigantes. O que vemos na Igreja? O compromisso de cada cristão com seu testemunho de vida, sua forma de viver o evangelho em uma sociedade em que a maioria é cristã está correspondendo com as expectativas de Deus e estamos dando os frutos que Ele espera de cada um de nós membros de sua vinha? Precisamos de conversão. Sim precisamos mudar de vida e rápido. O tempo está curto, o dono da vinha pode voltar a qualquer momento. Jesus está voltando. Vamos clamar ao Senhor como nos orienta São Paulo: “Não vos inquieteis com coisa alguma, mas apresentai as vossas necessidades a Deus, em orações e súplicas, acompanhadas de ação de graças. E a paz de Deus, que ultrapassa todo o entendimento, guardará os vossos corações e pensamento em Cristo Jesus”.

 

Nossas necessidades não pode estar focada “em nosso umbigo”, de forma egoísta olhando pra si como se fosse a única pessoa no mundo e é o que fazemos na maioria das vezes, olhamos somente para as nossas necessidades e queremos que Deus nos atenda conforme queremos e se isso não acontece ficamos “de mal” com Deus. Quanta infantilidade. Não entendemos até hoje o que viemos fazer aqui e qual é o plano de Deus para nós. É a mesma coisa que aconteceu com o povo de Israel só que tem uma grande diferença e que piora a nossa situação. Jesus já realizou sua missão de redentor e nos capacitou com o Espírito Santo. Não temos desculpas, agora somos templos de Deus e assistidos pelo Espírito Santo. Temos a força de Deus habitando em nós como uma “presença” e com isso podemos mudar o mundo. Somos os trabalhadores da vinha e não podemos contrariar o nosso Deus. Vamos mudar de rumo as nossas atitudes, vamos buscar uma conversão sincera de nosso coração, deixemos de ser crianças levadas pelas paixões deste mundo que nos arrasta para as coisas materiais, para o hedonismo, relativismo, egoísmo… E vamos nos colocar “desnudos” diante de Deus e sermos seus soldados, trabalhadores, pessoas firmes que Ele possa contar como profissionais da vinha que implantam Seu Reino na evangelização, na comunhão com os irmãos, formando um povo que viva totalmente para Ele – “… ocupai-vos com tudo o que é verdadeiro, respeitável, justo, puro, amável, honroso, tudo o que é virtude ou de qualquer modo mereça louvor”. – Assim seremos um povo que agrada a Deus e certamente Ele não irá destruir esta vinha.

Avante! Servos do Senhor.

 

Antonio ComDeus


PRIMEIRA LEITURA (Is 5,1-7)

Leitura do Livro do Profeta Isaías

1Vou cantar para o meu amado

o cântico da vinha de um amigo meu:

Um amigo meu possuía uma vinha em fértil encosta.

2Cercou-a, limpou-a de pedras,

plantou videiras escolhidas,

edificou uma torre no meio e construiu um lagar;

esperava que ela produzisse uvas boas,

mas produziu uvas selvagens.

3Agora, habitantes de Jerusalém e cidadãos de Judá,

julgai a minha situação e a de minha vinha.

4 O que poderia eu ter feito a mais por minha vinha

e não fiz?

Eu contava com uvas de verdade,

mas por que produziu ela uvas selvagens?

5Pois agora vou mostrar-vos

o que farei com minha vinha:

vou desmanchar a cerca, e ela será devastada;

vou derrubar o muro, e ela será pisoteada.

6Vou póia-la inculta e selvagem:

ela não será podada nem lavrada,

espinhos e sarças tomarão conta dela;

não deixarei as nuvens derramar a chuva sobre ela.

7Pois bem, a vinha do Senhor dos exércitos

é a casa de Israel,

e o povo de Judá, sua dileta plantação;

eu esperava deles frutos de justiça – e eis injustiça;

esperava obras de bondade – e eis iniqüidade.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

SALMO RESPONSORIAL 79(80)

(HL3, p. 147 – Fx10)

A vinha do Senhor é a casa de Israel.

1. Arrancastes do Egito esta videira e expulsastes as nações para plantá-la. Até o mar se estenderam seus sarmentos, até o rio seus rebentos se espalharam.

2. Por que razão vós destruístes sua cerca, para que todos os passantes a vindimem? O javali da mata virgem a devaste e os animais do descampado nela pastem?

3. Voltai-vos para nós, Deus do universo, visitai a vossa vinha e protegei-a! Foi a vossa mão direita que a plantou, protegei-a, e ao rebento que firmastes!

 

SEGUNDA LEITURA (Fl 4,6-9)

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses

Irmãos:

6Não vos inquieteis com coisa alguma,

mas apresentai as vossas necessidades a Deus,

em orações e súplicas, acompanhadas de ação de graças.

7E a paz de Deus,

que ultrapassa todo o entendimento,

guardará os vossos corações e pensamento

em Cristo Jesus.

8Quanto ao mais, irmãos,

ocupai-vos com tudo o que é verdadeiro, respeitável,

justo, puro, amável, honroso,

tudo o que é virtude

ou de qualquer modo mereça louvor.

9Praticai o que aprendestes e recebestes de mim,

ou que de mim vistes e ouvistes.

Assim o Deus da paz estará convosco.

─ Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO (Fx11)

Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia. (bis)

Eu vos escolhi, foi do meio do mundo a fim de que deis um fruto que dure. Eu vos escolhi foi do meio do mundo. Amém! Aleluia! Aleluia! Amém!

 

EVANGELHO (Mt 21,33-43)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

T. Glória a vós, Senhor.

P. Naquele tempo, Jesus disse aos sumos sacerdotes

e aos an­ciãos do povo:

33“Escutai esta outra parábola:

Certo proprietário plantou uma vinha,

pôs uma cerca em volta,

fez nela um lagar para esmagar as uvas

e construiu uma torre de guarda.

Depois, arrendou-a a vinhateiros,

e viajou para o estrangeiro.

34Quando chegou o tempo da colheita,

o proprietário mandou seus empregados aos vinhateiros

para receber seus frutos.

35Os vinhateiros, porém, agarraram os empregados,

espancaram a um, mataram a outro,

e ao terceiro apedrejaram.

36O proprietário mandou de novo outros empregados,

em maior número do que os primeiros.

Mas eles os trataram da mesma forma.

37Finalmente, o proprietário, enviou-lhes o seu filho,

pensando: ‘Ao meu filho eles vão respeitar’.

38Os vinhateiros, porém, ao verem o filho,

disseram entre si: ‘Este é o herdeiro.

Vinde, vamos matá-lo e tomar posse da sua herança!’

39Então agarraram o filho,

jogaram-no para fora da vinha e o mataram.

40Pois bem, quando o dono da vinha voltar,

o que fará com esses vinhateiros?”

41Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam:

“Com certeza mandará matar de modo violento

esses perversos

e arrendará a vinha a outros vinhateiros,

que lhe entregarão os frutos no tempo certo”.

42Então Jesus lhes disse:

“Vós nunca lestes nas Escrituras:

‘A pedra que os construtores rejeitaram

tornou-se a pedra angular;

isto foi feito pelo Senhor

e é maravilhoso aos nossos olhos’?

43Por isso eu vos digo:

o Reino de Deus vos será tirado

e será entregue a um povo que produzirá frutos”.

– Palavra da Salvação.

T. Glória a vós, Senhor.

 

 

 LEITURAS DA SEMANA: de 3 a 9 de Outubro de 2011

 2ª-: Jn 1, 1 – 2, 1.11; Cânt.: Jn 2, 2. 3. 4. 5. 8 (R/. 7c); Lc 10, 25-37

3ª-: Jn 3, 1-10; Sl 129 (130), 1-2. 3-4ab. 7-8 (R/. 3); Lc 10, 38-42

4ª-: Jn 4, 1-11; Sl 85 (86), 3-4. 5-6. 9-10 (R/. 15b); Lc 11, 1-4

5ª-: Ml 3, 13-20a;Sl 1, 1-2. 3. 4 e 6 (R/. Sl 39 [40], 5a); Lc 11, 5-13

6ª-: At 1, 12-14; Cânt.: Lc 1, 46-47. 48-49. 50-51. 52-53. 54-55 (R/. 49); Lc 1, 26-38

Sab.: Jl 4, 12-21; Sl 96 (97), 1-2. 5-6. 11-12 (R/. 12a); Lc 11, 27-28

28º DTC.Is 25, 6-10ª; Sl 22 (23), 1-3a. 3b-4. 5. 6 (R/. 6cd); Fl 4, 12-14.19-20; Mt 22, 1-14 (Convite às núpcias).