20º Domingo do Tempo Comum – Ano A

Neste final de semana celebramos o dia dos Pais. Vamos dar uma palavra aos nossos pais e depois falaremos das leituras. Olhando o papel do Pai no plano de Deus vemos o quanto Deus os quis em si mesmo. Foi, pela história de Gênesis, o primeiro criado por Deus que colocou em sua responsabilidade o mundo para que dominasse e fizesse deste do reino material algo agradável para se viver e fosse o comandante do mundo. Parece que isso não deu muito certo pelo pecado que entrou no mundo e desvirtuou o caminho da humanidade. Mas, mesmo diante de tantas conseqüências vemos a humanidade caminhando e os homens diante de tantas tribulações buscando exercer seu papel no plano de Deus. O Homem tem uma vocação e um chamado de conduzir a sua história como o senhor de sua casa e pai que cuida e zela para que sua família seja feliz.

Isso é um peso e grande responsabilidade. Por isso, que neste dia dedicado a eles temos que refletir sobre a grande luta de nossos pais que tudo fizeram para dar o melhor em nossas vidas. Seguindo os planos de Deus os nossos pais, mesmo inconscientes, lutaram e lutam para fazer da família um lugar de amor e paz. Trazem para si toda responsabilidade da vida familiar, lutam sem medidas para que a vida aconteça e quantos obstáculos enfrentam, quantas situações passam, quantas humilhações, quantas renúncias… Neste dia como em todos os dias de nossas vidas temos que olhar para nossos pais e dizer: “Você é o meu herói!”.

 

Bem, depois de refletirmos sobre nosso “herói”, vamos olhar a mensagem de Deus para nós esta semana. Podemos resumir o evangelho em uma frase: “A Salvação é universal”. Na primeira leitura Isaías está mostrando ao seu povo que Deus chama os estrangeiros a viverem conforme seus ensinamentos e assim fará parte dos eleitos, o que para os judeus nacionalistas seria absurdo. Isaías está mostrando que Deus quer fazer de Sua casa uma casa de oração para todos os povos. Isto para o povo de Israel é um choque, pois seus pensamentos, pelo menos parte do povo, achavam que eles eram os escolhidos e que o seu Deus não estava se importando com o resto da humanidade era uma espécie de um Deus particular. Que eles são o povo escolhido por Deus, para nos trazer a salvação é verdade e temos que aceitar isso, afinal Jesus era Judeu. Mas diante que de tanta prepotência, Deus está mostrando que não é bem assim. E olhando na segunda leitura Paulo está nos falando de algo que, para muitos, é pouco entendido no que se refere ao povo escolhido. Vejamos bem, o povo escolhido por Deus é o povo de Israel e continua sendo, Deus não descartou este ao povo por causa do nascimento do Cristianismo. Existem muitas promessas que Deus fez a este povo que ainda não se cumpriu. Como entender isso? A partir de Jesus a salvação foi trazida a todos os povos por isso que Jesus envia os discípulos a evangelizar até os confins da terra, mas em Romanos São Paulo vai nos dizer que a evangelização chegou até nós, os não Judeus, porque parte do povo de Israel não aceitou Jesus e nós fomos acolhidos no coração de Deus: “Outrora, vós fostes desobedientes a Deus, mas agora alcançastes misericórdia, em conseqüência da desobediência deles”. Fomos desobedientes e agora eles são os desobedientes então: “Deus encerrou todos os homens na desobediência, a fim de exercer misericórdia para com todos”. Assim a salvação atingiu todos os povos, mas, um dia Israel converterá ao Senhor: “Se a rejeição deles foi reconciliação para o mundo, o que não será a admissão deles!”. Isto mesmo! O que irá acontecer quando os judeus se converterem? Segundo o apóstolo este acontecimento é um dos sinais da vinda de Jesus. Assim também vemos no evangelho de Mateus, e é bom lembrar que o público alvo de Mateus era o povo Judeu convertido ao Cristianismo e que ainda tinham dificuldade de aceitar os pagãos (estrangeiros, gentios) no grupo dos cristãos sem passar pela circuncisão. Por isso que Jesus vai dizer aquela mulher estrangeira “que veio para o povo de Israel” e diante da humildade e profissão de fé da mulher Jesus realizou não só o milagre, mas acentuou que a fé é o caminho para a salvação e não a lei conforme os Judeus pensavam. Assim muda todo o caminho para a salvação – Todo aquele que aceitar Jesus como o seu Salvador e Senhor está Salvo – Nisso não existe lei, a lei não salva, mas é uma pessoa que salva – Jesus. Portanto, agora a salvação chegou para todos os homens. Assim dois pontos fundamentais em nossa vida – Humildade em reconhecer que não somos senhores de nós mesmos e que por sermos pecadores necessitamos de um socorro externo, alguém que possa dar sentido a nossa vida e ai entra a – , crer que este socorro foi conquistado e oferecido a todos pela Encarnação do Verbo que se fazendo um de nós assumindo nossa natureza nos resgatou do pecado e da morte nos dando uma vida de felicidade que vai durar por toda a eternidade. Pensemos nesse amor que Deus tem por nós e pelo cuidado em toda a história de conduzir a humanidade, para que a salvação chegasse, para que você fosse feliz.

 

Antonio ComDeus

 

 

20º DOMINGO DO TEMPO COMUM

ANO 35 • A •

Liturgia da palavra

 

PRIMEIRA LEITURA (Is 56,1.6-7)

Leitura do Livro do Profeta Isaías

1Isto diz o Senhor:

“Cumpri o dever e praticai a justiça,

minha salvação está prestes a chegar

e minha justiça não tardará a manifestar-se.

6Aos estrangeiros que aderem ao Senhor,

prestando-lhe culto,

honrando o nome do Senhor,

servindo-o como servos seus,

a todos os que observam o sábado

e não o profanam,

e aos que mantêm aliança comigo,

7a esses conduzirei ao meu santo monte

e os alegrarei em minha casa de oração;

aceitarei com agrado em meu altar

seus holocaustos e vítimas,

pois minha casa será chamada

casa de oração para todos os povos”.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

SALMO RESPONSORIAL 66(67)

(HL3, p. 138-139 – Fx2)

Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem!

1. Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.

2. Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão e guiais em toda a terra as nações.

3. Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem! Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe e o respeitem os confins de toda a terra!

 

 SEGUNDA LEITURA (Rm 11,13-15.29-32)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

Irmãos:

13A vós, cristãos vindos do paganismo, eu digo:

enquanto eu for apóstolo dos pagãos,

honrarei o meu ministério,

14na esperança de despertar ciúme nos da minha raça

e, assim, salvar alguns deles.

15Se a rejeição deles foi reconciliação para o mundo,

o que não será a admissão deles!

Será como passagem da morte para a vida!

29Pois os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis.

30Outrora, vós fostes desobedientes a Deus,

mas agora alcançastes misericórdia,

em consequência da desobediência deles.

31Assim são eles agora os desobedientes,

para que, em consequência da misericórdia

usada convosco, alcancem finalmente misericórdia.

32Com efeito,

Deus encerrou todos os homens na desobediência,

a fim de exercer misericórdia para com todos.

-Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO (Fx 6)

Aleluia, Aleluia, Aleluia. (bis)

Jesus Cristo pregava o Evangelho, a boa notícia do Reino; e curava seu povo doente de todos os males, sua gente!

 

EVANGELHO (Mt 15,21-28)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

T. Glória a vós, Senhor.

P. Naquele tempo,

21Jesus foi para a região de Tiro e Sidônia.

22Eis que uma mulher cananéia, vindo daquela região,

pôs-se a gritar:

“Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim:

minha filha está cruelmente atormentada

por um demônio!”

23Mas, Jesus não lhe respondeu palavra alguma.

Então seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram:

“Manda embora essa mulher,

pois ela vem gritando atrás de nós”.

24Jesus respondeu:

“Eu fui enviado somente

às ovelhas perdidas da casa de Israel”.

25Mas, a mulher, aproximando-se,

prostrou-se diante de Jesus, e começou a implorar:

“Senhor, socorre-me!”

26Jesus lhe disse:

“Não fica bem tirar o pão dos filhos

para jogá-lo aos cachorrinhos”.

27A mulher insistiu:

“É verdade, Senhor;

mas os cachorrinhos também comem

as migalhas que caem da mesa de seus donos!”

28Diante disso, Jesus lhe disse:

“Mulher, grande é a tua fé!

Seja feito como tu queres!”

E desde esse momento sua filha ficou curada.

– Palavra da Salvação.

T. Glória a vós, Senhor.

 

 

LEITURAS DA SEMANA: de 15 a 21 de Agosto de 2011

 

2ª-: Jz 2, 11-19; Sl 105 (106), 34-35. 36-37. 39-40. 43ab e 44 (R/. 4a); Mt 19, 16-22

3ª-: Jz 6, 11-24ª; Sl 84 (85), 9. 11-12. 13-14 (R/. 9b); Mt 19, 23-30

4ª-: Jz 9, 6-15; Sl 20 (21), 2-3. 4-5. 6-7 (R/. 2a); Mt 20, 1-16a

5ª-: Jz 11, 29-39ª; Sl 39 (40), 5. 7-8a. 8b-9. 10 (R/. cf. 8a e 9a); Mt 22, 1-14

6ª-: Rt 1, 1.3-6.14b-16.22; Sl 145 (146), 5-6. 7. 8-9a. 9bc-10 (R/. 2a); Mt 22, 34-40

Sáb.: Rt 2, 1-3.8-11; 4, 13-17; Sl 127 (128), 1-2. 3. 4-5 (R/. 4); Mt 23, 1-12

21º ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA Ap 11,19a; 12, 1.3-6a.10ab; Sl 44 (45), 10bc. 11 e 12ab e 16 (R/. 10b); 1Cor 15, 20-27ª; Lc 1, 39-56 (Cântico de Maria)