19º Domingo do Tempo Comum – Ano A

Nas citações da Sagrada Escritura, temos que ter um olhar atento para irmos além do que o texto nos apresenta de outra forma podemos tirar conclusões muito superficiais e sem uma aplicação em nossa vida. Será que Jesus andando sobre as águas foi somente na intenção de mostrar seu poder? Será que Pedro sendo pescador e líder dos pescadores não sabia nadar? Pois bem, vamos meditar sobre o que está por trás desta cena. Primeiramente Jesus coloca os apóstolos na barca e fica para despedir a multidão. Você acaso já viu isso em nossas atividades da Igreja? O pregador, o mais importante que está no evento ser o último a ir embora e ficar atendendo as pessoas e sair por último? É meio difícil isso em nosso tempo. Mas, Jesus ficou e depois foi se retirar para a oração pessoal, Ele e o Pai em uma comunhão de intimidade.

Jesus realmente é nosso mestre em tudo, temos que ser discípulos d’Ele e aprender a estar sempre em comunhão íntima com Deus em uma vida regrada de oração a todos os instantes e nas horas mais difíceis devemos orar com mais intensidade e gastar mais tempo em oração, mas isso muitas vezes, diante dos problemas, nos dá uma anemia, uma moleza e acabamos rezando menos. Bem, Jesus vem caminhando sobre as águas e seus discípulos estão na barca. Na sagrada Escritura o mar representa o mundo à barca representa a Igreja. Jesus é o Senhor de tudo, por isso, caminha sobre as águas e quem está na Igreja está seguro, pois a Igreja tem tudo para dar segurança, mesmo que o vento agite, ela suporta as tempestades e caminha neste mundo, mesmo com vento contrário. Quem se atreve a seguir Jesus tem que se jogar no mundo como outro Cristo e ser no mundo um sinal do Reino, mas se estivermos no mundo e nos afastarmos de Jesus e querer ser o senhor de nós mesmos confiando apenas em nossas capacidades iremos afundar. É o que aconteceu com Pedro, como exemplo para nós. Somente em Cristo passaremos pelas tribulações deste mundo e sairemos vitoriosos. E a nossa arma é a FÉ. Crê em Jesus como o Senhor e Salvador de nossas vidas e que com Ele nada poderá nos abalar. Algumas coisas são de suma importância em nossa caminhada – Oração pessoal, jejum, penitência, se formar na fé, nunca se distanciar de Jesus, comunhão com a comunidade Igreja onde nos colocamos a serviço, participação nos sacramentos – Enfim temos que ser discípulos aprendendo com o Mestre, assim estaremos apto a sermos missionários no mundo e buscarmos uma transformação em nossa sociedade.

 

Antonio ComDeus

 


Liturgia da palavra

 

PRIMEIRA LEITURA (1Rs 19,9a.11-13a)

Leitura do Primeiro Livro dos Reis

Naqueles dias, ao chegar a Horeb, o monte de Deus,

9o profeta Elias entrou numa gruta,

onde passou a noite.

E eis que a palavra do Senhor lhe foi dirigida

nestes termos:

11“Sai e permanece sobre o monte diante do Senhor,

porque o Senhor vai passar”.

Antes do Senhor, porém,

veio um vento impetuoso e forte,

que desfazia as montanhas e quebrava os rochedos.

Mas o Senhor não estava no vento.

Depois do vento houve um terremoto.

Mas o Senhor não estava no terremoto.

12Passado o terremoto, veio um fogo.

Mas o Senhor não estava no fogo.

E depois do fogo

ouviu-se um murmúrio de uma leve brisa.

13Ouvindo isto,

Elias cobriu o rosto com o manto,

saiu e pôs-se à entrada da gruta.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

SALMO RESPONSORIAL 84(85) (HL3, p. 142 – Fx 26)

Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade * e a vossa salvação nos concedei! (bis)

1. Quero ouvir o que o Senhor irá falar: * é a paz que ele vai anunciar. * Está perto a salvação dos que o temem * e a glória habitará em nossa terra.

2. A verdade e o amor se encontrarão, * a justiça e a paz se abraçarão. * Da terra brotará a fidelidade * e a justiça olhará dos altos céus.

3. O Senhor nos dará tudo que é bom * e nossa terra nos dará suas colheitas. * A justiça andará na sua frente * e a salvação há de seguir os passos seus.

SEGUNDA LEITURA – (Rm 9,1-5)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

Irmãos:

1Não estou mentindo,

mas, em Cristo, digo a verdade,

apoiado no testemunho do Espírito Santo

e da minha consciência.

2Tenho no coração uma grande tristeza

e uma dor contínua,

3a ponto de desejar

ser eu mesmo segregado por Cristo

em favor de meus irmãos, os de minha raça.

4Eles são israelitas.

A eles pertencem a filiação adotiva, a glória,

as alianças, as leis, o culto, as promessas

5e também os patriarcas.

Deles é que descende, quanto à sua humanidade,

Cristo, o qual está acima de todos,

Deus bendito para sempre! Amém!

-Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

(HL 3, p. 215 – Fx 25)

Aleluia, Aleluia, Aleluia.

Aleluia, Aleluia, Aleluia.

Eu confio em nosso Senhor, * com fé, esperança amor, * eu espero na sua Palavra, * hosana, ó Senhor, vem, me salva!

 

EVANGELHO (Mt 14,22-33)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

T. Glória a vós, Senhor.

P. Depois da multiplicação dos pães,

22Jesus mandou que os discípulos entrassem na barca

e seguissem, à sua frente, para o outro lado do mar,

enquanto ele despediria as multidões.

23Depois de despedi-las,

Jesus subiu ao monte, para orar a sós.

A noite chegou, e Jesus continuava ali, sozinho.

24A barca, porém, já longe da terra,

era agitada pelas ondas,

pois o vento era contrário.

25Pelas três horas da manhã,

Jesus veio até os discípulos, andando sobre o mar.

26Quando os discípulos o avistaram, andando sobre o mar,

ficaram apavorados, e disseram:

“É um fantasma”. E gritaram de medo.

27Jesus, porém, logo lhes disse:

“Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!”

28Então Pedro lhe disse:

“Senhor, se és tu, manda-me ir ao teu encontro,

caminhando sobre a água”.

29E Jesus respondeu: “Vem!”

Pedro desceu da barca e começou a andar sobre a água,

em direção a Jesus.

30Mas, quando sentiu o vento, ficou com medo

e, começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!”

31Jesus logo estendeu a mão, segurou Pedro, e lhe disse:

“Homem fraco na fé, por que duvidaste?”

32Assim que subiram no barco, o vento se acalmou.

Os que estavam no barco,

prostraram-se diante dele, dizendo:

“Verdadeiramente, tu és o Filho de Deus!”

– Palavra da Salvação.

T. Glória a vós, Senhor.

 

 

LEITURAS DA SEMANA: de 8 a 14 de Agosto de 2011

 

2ª-: Dt 10, 12-22; Sl 147 (147B), 12-13. 14-15. 19-20 (R/. 12a); Mt 17, 22-27

3ª-: Dt 31, 1-8; Cânt.: Dt 32, 3-4a. 7. 8. 9 e 12 (R/. 9a); Mt 18, 1-5.10.12-14

4ª-: 2Cor 9,6-10; Sl 111(112),1-2.5-6.7-8.9 (R/. 5a); Jo 12,24-26

5ª-: Js 3, 7-10a.11.13-17; Sl 113A (114), 1-2. 3-4. 5-6 (R/.Aleluia); Mt 18, 21 – 19, 1

6ª-: Js 24, 1-13; Sl 135 (136), 1-3. 16-18. 21-22 e 24 (R/. Eterna é a sua misericórdia); Mt 19, 3-12

Sab.: Js 24, 14-29; Sl 15 (16), 1-2a e 5. 7-8. 11 (R/. cf. 5a); Mt 19, 13-15

20º DTC Is 56, 1.6-7; Sl 66 (67), 2-3. 5. 6 e 8 (R/. 4); Rm 11, 13-15.29-32; Mt 15, 21-28 (Cura da fi lha da Cananéia)