Reflexão 13º Domingo Tempo Comum – Ano A 2011

Na segunda leitura vemos São Paulo nos recordando o que é o batismo em nossas vidas. Infelizmente muitos dos batizados ignoram essa realidade e não assumem seu papel na Igreja de Cristo da qual foram inseridos pelo batismo. Somos alertados nesta leitura que o Batismo nos trouxe uma nova realidade – se antes éramos fruto do pecado e destinado a viver nas concupiscências da vida – agora temos uma nova condição não mais sujeitos ao pecado, mas como filhos de Deus, renascidos pelo batismo, viver na graça e longe de qualquer tipo de pecado como nos diz S. João: “Todo aquele que permanece nele não peca; e todo o que peca não o viu, nem o conheceu”. (1Jo 3, 6).

Batizar é mergulhar, morrer – Pelo batismo na sua morte, fomos sepultados com ele, para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim também nós levemos uma vida nova”. Sim, Jesus trouxe para nós, no batismo, algumas das perdas que o pecado nos acarretou, sendo: 1A Filiação Divina – perdemos essa filiação pela opção de nossos primeiros pais ao negarem a Deus e em Jesus somos filhos adotivos: Mas quando veio a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, que nasceu de uma mulher e nasceu submetido a uma lei, a fim de remir os que estavam sob a lei, para que recebêssemos a sua adoção. A prova de que sois filhos é que Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai! Portanto já não és escravo, mas filho. E, se és filho, então também herdeiro por Deus”. (Gal 4, 4-7) (Grifo nosso); 2A Graça do Batismo nos trouxe o Perdão de todos os pecados, o pecado original que é fruto da herança de nossa humanidade e, no caso de batizado de adultos, o perdão de todos os pecados: “Pedro lhes respondeu: Arrependei-vos e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo”. (At 2, 38). 3 – O Espírito Santo prometido por Jesus: “…porque João batizou na água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo daqui há poucos dias”. (At 1, 5). Portanto somos configurados em uma nova criatura para exercer no mundo um diferencial, essa diferença é o que nos apresenta o evangelho. Somos chamados a viver no amor exclusivo a Deus e lhe manifestar no mundo para promover uma transformação na implantação de Seu Reino. Infelizmente observamos que neste mundo capitalista, egoísta, individualista, até os filhos de Deus acabam se deixando levar e amando mais as coisas, colocando-as em primeiro lugar e não a Deus. Para muitos, Deus não passa de um socorro em tempos difíceis de alguém que tem o dever de ajudar nas coisas temporais que se sentem em falta, ou de uma cura, uma transformação na vida de alguém que tomou decisão errada. É verdade! Muitas vezes tomamos decisão errada e recorremos a Deus para resolver o problema. E o nosso batismo? Não fomos configurados a Cristo? Não somos cristãos (outro Cristo)? Não somos discípulos e missionários? Temos que agir conforme o que somos: Filhos de Deus; herdeiros de Deus; Revestidos da força do alto para agirmos como Palavra de Deus no mundo; Embaixadores, falamos em nome de Deus: “Portanto, desempenhamos o encargo de embaixadores em nome de Cristo…”. (II Cor 5, 20a). Vejamos o profeta Elias que sendo acolhido retribuiu com as bênçãos divinas dando aquele casal um filho. Somos assim para o nosso próximo?  Um canal das bênçãos de Deus? Por isso que Jesus nos fala: Quem procura conservar a sua vida vai perdê-la. E quem perde a sua vida por causa de mim, vai encontrá-la”. Procuremos, a cada dia, encontrar a nossa vida em Cristo, para que realizando nossas atividades em conformidade com o seu plano de amor em “amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho amado”, (Jo 13,34), possamos receber a recompensa – nossa herança – a vida eterna no coração de Deus.

 

Antonio ComDeus


PRIMEIRA LEITURA

(2Rs 4,8-11.14-16a)

Leitura do Segundo Livro dos Reis

8Certo dia, Eliseu passou por Sunam.

Aí morava uma senhora rica,

que insistiu para que fosse comer em sua casa.

Depois disso, sempre que passava por aí,

Eliseu parava na casa dessa mulher

para fazer suas refeições.

9E ela disse ao marido:

“Tenho observado que este homem,

que passa tantas vezes por nossa casa,

é um santo homem de Deus.

10Façamos para ele, no terraço,

um pequeno quarto de alvenaria,

onde colocaremos uma cama,

uma mesa, uma cadeira e um candeeiro.

Assim, quando vier à nossa casa,

poderá acomodar-se ai”.

11Um dia, Eliseu passou por Sunam

e recolheu-se àquele pequeno quarto para descansar.

14E perguntou a Giezi, seu servo:

“Que se poderia fazer por esta mulher?”

Giezi respondeu: “É inútil perguntar-lhe;

ela não tem filhos e seu marido já é velho”.

15Eliseu mandou então que a chamasse.

Ele chamou-a e ela pôs-se à porta.

16Eliseu disse-lhe:

“Daqui a um ano, neste tempo,

estarás com um filho nos braços”.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

7. SALMO RESPONSORIAL 88(89)

(HL3 138-139 -Fx 18)

 

Ó Senhor, eu cantarei, * eterna­mente, o vosso amor! (bis)

 

1. Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, * de geração em geração eu cantarei vossa verdade! * Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!” * E a vossa lealdade é tão firme como os céus.

 

2. Quão feliz é aquele povo que conhece a alegria; * seguirá pelo caminho sempre à luz de vossa face! * Exultará de alegria em vosso nome, dia a dia * e com grande entusiasmo exaltará vossa justiça.

 

3. Pois sois vós, ó Senhor Deus, a sua força e sua glória, * é por vossa proteção que exaltais nossa cabeça. * O Senhor é o nosso escudo, ele é nossa proteção, * ele reina sobre nós, é o santo de Israel!

 

8. SEGUNDA LEITURA (Rm 6,3-4.8-11)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

Irmãos:

3Será que ignorais que todos nós,

batizados em Jesus Cristo,

é na sua morte que fomos batizados?

4Pelo batismo na sua morte, fomos sepultados com ele,

para que, como Cristo ressuscitou dos mortos

pela glória do Pai,

assim também nós levemos uma vida nova.

8Se, pois, morremos com Cristo,

cremos que também viveremos com ele.

9Sabemos que Cristo ressuscitado dos mortos não morre mais;

a morte já não tem poder sobre ele.

10Pois aquele que morreu,

morreu para o pecado uma vez por todas;

mas aquele que vive, é para Deus que vive.

11Assim, vós também considerai-vos mortos para o pecado

e vivos para Deus, em  Jesus Cristo.

-Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

(HL 3 p. 213-214) Fx 13

 Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)

Vocês são uma raça escolhida, * real sacerdócio, vocês, * de Deus cantem as grandezas, * pois, de trevas luz os fez!

 

10. EVANGELHO (Mt 10,37-42)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

T. Glória a vós, Senhor.

P. Naquele tempo, disse Jesus a seus apóstolos:

37“Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim,

não é digno de mim.

Quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim,

não é digno de mim.

38Quem não toma a sua cruz e não me segue,

não é digno de mim.

39Quem procura conservar a sua vida vai perdê-la.

E quem perde a sua vida por causa de mim,

vai encontrá-la.

40Quem vos recebe, a mim recebe;

e quem me recebe, recebe aquele que me enviou.

41Quem recebe um profeta, por ser profeta,

receberá a recompensa de profeta.

E quem recebe um justo, por ser justo,

receberá a recompensa de justo.

42Quem der, ainda que seja apenas um copo de água fresca,

a um desses pequeninos, por ser meu discípulo,

em verdade vos digo: não perderá a sua recompensa”.

– Palavra da Salvação.

T. Glória a vós, Senhor.