5º Domingo da Páscoa – Ano A – Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida

Jesus nos apresenta grandes revelações na liturgia deste domingo, temos que ficar atentos à Palavra anunciada. Primeiramente olhando para a primeira leitura vemos o caminhar da primeira comunidade Cristã, em que vemos o desenrolar das atividades dos Apóstolos que necessitam de distribuir cargos em vista do crescimento e das muitas atividades dos Cristãos.

Assim começa nascer a Igreja hierárquica com a distribuição dos carismas pelo Espírito que capacita a todos para atender as necessidades dos membros que cresce a cada momento. Neste episódio vemos a escolha dos diáconos, homens cheios do Espírito Santo que vão cuidar das atividades assistenciais da Igreja nascente. Bom lembrar que dentre eles tem pessoas tanto da ramificação judaica como dos pagãos, sinal que a comunidade nascente percebe que a Boa Nova é universal. O que para os Judeus mais radicais achavam que a salvação veio somente para eles, isto deu muito que falar na comunidade nascente. Neste sentido temos que ver que em nossas comunidades tem lugar para todos e que o Espírito Santo capacita a cada um para atender as necessidades dos irmãos. Procure o seu lugar nas atividades da sua comunidade não fique parado olhando a comunidade com suas dificuldades, assuma sua parcela na comunhão de vida com os irmãos. Neste sentido, quando Jesus diz que: “Na casa de meu Pai há muitas moradas” está nos mostrando que não viemos ao mundo por acaso. O Pai tem um plano de construção de Seu Reino que cabe a cada um de nós uma participação. Se temos um lugar específico no Reino de Deus é porque temos um lugar específico aqui neste mundo onde o Reino de Deus começa. Busquemos sempre a vontade de Deus em nossas vidas para que Ele possa nos conduzir, pelo Seu Espírito, ao lugar próprio de nossas atividades. O que podemos perceber é que tem muita gente ocupada com tantas coisas esquecendo-se de cumprir sua missão neste mundo. Vamos acordar.

Mas a riqueza do evangelho vai mais longe. Primeiro temos que ter a certeza que tem um lugar específico na casa do Pai para cada um de nós e é nosso dever chegar a conquistar este lugar, temos um endereço com rua e número, não podemos querer chegar ao Céu e ficar como andarilho sem ter rumo, sem ser reconhecido pelos demais como uma pessoa com identidade, ser um “Zé ninguém”. E quem vai preparar nosso lugar de forma tão pessoal é o próprio Jesus que também nos revela que Ele é o único caminho, isto é o nosso Salvador, que assumiu nossas dores, nossos pecados e nos resgatou da morte eterna com Seu sangue para nos dar a possibilidade da volta para a casa do Pai, possibilidade sim, pois temos que aceitar Jesus como nosso Salvador e Senhor para entramos no caminho da Salvação. Em Jesus estaremos cumprindo a vontade do Pai que nos escolheu, nos capacitou em Seu Espírito e nos confiou a Jesus para nos conduzir à Sua casa. Em Jesus estamos “bem na fita”.

Outra revelação importante e que muita gente se esbarra é: Quem é Jesus? É somente filho de Deus, isto é abaixo de Deus Pai? É uma forma de Deus Pai se apresentar neste mundo? É criado pelo Pai para exercer a missão de salvador do mundo? Bem tudo isso e mais tantas outras coisas foram causas de muitas discussões no início da Igreja com tantas heresias que suscitaram muitos concílios para definir a nossa fé. Assim, quando Jesus faz estas declarações nos dá a compreensão de quem Ele é com o Pai e o Espírito Santo – A revelação da Santíssima Trindade – “Quem me viu, viu o Pai”. Deus não é solitário, o amor não é egoísta, não se fecha em si. O próprio amor se dissipa em Três Pessoas que se amam mutuamente, infinitamente, eternamente, sem princípio, sem fim. O Pai ama infinitamente o Filho e tudo cria para que o Filho seja Glorificado. O Filho ama infinitamente o Pai e tudo realiza para a glória do Pai e o Espírito Santo ama infinitamente o Pai e o Filho e opera a vontade do Pai e a do Filho para que a Glória deles seja manifestada. E nós quem somos? Somos a manifestação do amor da Trindade e participamos deste amor em comunhão de vida para toda eternidade. Na verdade não tem nada criado por Deus que possa sentir tanto a força deste amor, nem aos anjos foi dada tão grande participação – O amor misericordioso que vem em auxílio de uma raça decaída, a resgata e a eleva à condição de uma divindade. Este é o AMOR, este é o nosso Deus. Procuremos uma íntima comunhão com nosso Deus o Pai, o Filho e o Espírito Santo e estaremos no Reino de Deus no hoje de nossas vidas.

O Céu começa aqui e em cada um de nós. Ta tudo aí, é só mergulhar, quanto mais fundo, melhor…

Antonio ComDeus

________________________________________

 

 

PRIMEIRA LEITURA  (At 6,1-7)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

1Naqueles dias,

o número dos discípulos tinha aumentado,

e os fiéis de origem grega começaram a queixar-se

dos fiéis de origem hebraica.

Os de origem grega diziam que suas viúvas

eram deixadas de lado no atendimento diário.

2Então os Doze Apóstolos

reuniram a multidão dos discípulos e disseram:

“Não está certo que nós deixemos

a pregação da Palavra de Deus para servir às mesas.

3Irmãos, é melhor que escolhais entre vós

sete homens de boa fama,

repletos do Espírito e de sabedoria,

e nós os encarregaremos dessa tarefa.

4Desse modo nós poderemos dedicar-nos inteiramente

à oração e ao serviço da Palavra”.

5A proposta agradou a toda a multidão.

Então escolheram Estevão, homem cheio de fé

e do Espírito Santo; e também Felipe, Prócoro, Nicanor,

Timon, Pármenas e Nicolau de Antioquia,

um pagão que seguia a religião dos judeus.

6Eles foram apresentados aos apóstolos,

que oraram e impuseram as mãos sobre eles.

7Entretanto, a Palavra do Senhor se espalhava.

O número dos discípulos crescia muito em Jerusalém,

e grande multidão de sacerdotes judeus aceitava a fé.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

SALMO RESPONSORIAL 32(33) (Fx2)

Sobre nós venha Senhor, a vossa graça, * da mesma forma que em vós nós esperamos!

1. Ó justos, alegrai-vos no Senhor! * Aos retos fica bem glorificá-lo. * Dai graças ao Senhor ao som da harpa, * na lira de dez cordas celebrai-o!

2. Pois reta é a palavra do Senhor * e tudo o que ele faz merece fé. * Deus ama o direito e a justiça, * transborda em toda a terra a sua graça.

3. O Senhor pousa o olhar sobre os que o temem * e que confiam, esperando, em seu amor, * para, da morte, libertar as suas vidas * e alimentá-las quando é tempo de penúria.

 

SEGUNDA LEITURA (1Pd 2,4-9)

Leitura da primeira Carta de São Pedro

Caríssimos:

4Aproximai-vos do Senhor,

pedra viva, rejeitada pelos homens,

mas escolhida e honrosa aos olhos de Deus.

5Do mesmo modo, também vós, como pedras vivas,

formai um edifício espiritual, um sacerdócio santo,

a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais,

agradáveis a Deus, por Jesus Cristo.

6Com efeito, nas Escrituras se lê:

“Eis que ponho em Sião uma pedra angular,

escolhida e magnífica;

quem nela confiar, não será confundido”.

7A vós, portanto, que tendes fé, cabe a honra.

Mas para os que não crêem, “a pedra que

os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular,

8pedra de tropeço e rocha que faz cair”.

Nela tropeçam os que não acolhem a palavra;

esse é o destino deles.

9Mas vós sois a raça escolhida, o sacerdócio do Reino,

a nação santa, o povo que ele conquistou

para proclamar as obras admiráveis

daquele que vos chamou das trevas

para a sua luz maravilhosa.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO (Fx 3)

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! * Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!

Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. * Ninguém chega ao Pai senão por mim.

 

EVANGELHO (Jo 14,1-12)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.

T. Glória a vós, Senhor.

P. Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:

1“Não se perturbe o vosso coração.

Tendes fé em Deus, tende fé em mim também.

2Na casa de meu Pai há muitas moradas.

Se assim não fosse, eu vos teria dito.

Vou preparar um lugar para vós,

3e quando eu tiver ido preparar-vos um lugar,

voltarei e vos levarei comigo,

a fim de que onde eu estiver estejais também vós.

4E para onde eu vou, vós conheceis o caminho”.

5Tomé disse a Jesus:

“Senhor, nós não sabemos para onde vais.

Como podemos conhecer o caminho?”

6Jesus respondeu:

“Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida.

Ninguém vai ao Pai senão por mim.

7Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai.

E desde agora o conheceis e o vistes”.

8Disse Filipe:

“Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!”

9Jesus respondeu:

“Há tanto tempo estou convosco,

e não me conheces, Filipe? Quem me viu, viu o Pai.

Como é que tu dizes: ‘Mostra-nos o Pai’?

10Não acreditas que eu estou no Pai

e o Pai está em mim?

As palavras que eu vos digo,

não as digo por mim mesmo,

mas é o Pai, que, permanecendo em mim,

realiza as suas obras.

11Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim.

Acreditai, ao menos, por causa destas mesmas obras.

12Em verdade, em verdade vos digo,

quem acredita em mim fará as obras que eu faço,

e fará ainda maiores do que estas.

Pois eu vou para o Pai”.

– Palavra da Salvação.

T. Glória a vós, Senhor.