12º Domingo do Tempo Comum – ano C

«Quem dizem as multidões que Eu sou?» Esta é a grande pergunta de Jesus que ressoa por toda a história. Jesus estava em oração junto com seus discípulos e na intimidade deste colóquio o Senhor questiona os apóstolos “o que dizem de mim” e depois “o que sou pra vocês”. Diante destas perguntas temos que parar e refletir muito… Como você as responderia? Será que Jesus já lhe fez esta pergunta? Olhe bem – Jesus estava em oração com os apóstolos – e é assim que somos questionados por Jesus.

Quando estamos em oração, na intimidade com ele somos questionados – o que eu sou pra você? O que queres de mim? Até onde você está disposto (a) a ir comigo? Até a cruz? Ou prefere ficar no monte tabor apreciando minha glória sem participar dela? Por isso o convite de Jesus é muito simples e direto «Se alguém quiser vir comigo, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz todos os dias e siga-Me. Pois quem quiser salvar a sua vida, há de perdê-la; mas quem perder a sua vida por minha causa, salvá-la-á».

Mas para entendermos tudo isso e, mais ainda, para aceitarmos e seguirmos Seus passos é necessário que seja realizado em nós a promessa de Deus que esta na primeira leitura “derramarei um espírito de piedade e de súplica”. Com esse Espírito podemos seguir os passos de Jesus e entrar em comunhão intima com ele como São Paulo nos fala “Todos vós sois filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo, porque todos vós, que fostes batizados em Cristo”. Assim duas condições são fundamentais para entrarmos em comunhão intima com Jesus: Ter fé e ser batizado, ai seremos “herdeiros segundo a promessa”.

Mas tudo isso já se realizou em nossas vidas, então fica a pergunta: O que sou pra você? Você esta disposto a “renuncie a si mesmo, tome a sua cruz todos os dias e siga-Me”. Certamente o amor de Cristo é exigente e só entendemos e percebemos se em nossa vida cultivarmos a oração pessoal, esta é a exigência para vivermos plenamente o amor de se doar até morrer. É na intimidade com o Senhor que o Espírito revela nos corações os segredos de Deus “coisas que Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou (Is 64,4)” (1Cor 2, 9).

Somos muito relapsos em nossas vidas, nos preocupamos com muitas coisas que são fantasias, vaidades, paixões, prazeres, fruto da soberba, da busca de ter e ter cada vez mais e deixamos de lado o mais importante, aquilo que dura para a vida eterna.

O norte de nossas vidas é a Experiência que temos de Deus, é ela que nos mostra o que somos e o que Jesus representa para nós. De outro lado nos enganamos e temos o Senhor como alguém que vai nos favorecer em nossas dificuldades e resolver nossos problemas, isto chega ao ponto de invertermos os papéis e Jesus passa a ser nosso serviçal que se coloca a nossa disposição. Por isso que entra ano e sai ano e a nossa vida espiritual não dá um passo sequer.

Se quiseres saber o que Jesus representa em sua vida, veja sua caminhada espiritual quanto cresceu nestes anos e qual é o tempo que se dispõe para sua oração pessoal diária. Ai sim verá o quanto estamos dispostos a “perder a sua vida por minha causa”.

Irmãos a nossa vida começa aqui e não tem mais fim. Deste mundo passamos para a vida eterna e as alegrias do mundo que virá depende do quanto nos empenhamos em buscá-lo nesta vida. Pense nisto.

 

Antonio ComDeus

 


 

LEITURA I Zac 12, 10-11; 13, 1
«Voltarão os olhos para aquele a quem trespassaram» (Jo 19, 37)

Leitura da Profecia de Zacarias
Eis o que diz o Senhor:
«Sobre a casa de David e os habitantes de Jerusalém
derramarei um espírito de piedade e de súplica.
Ao olhar para Mim, a quem trespassaram,
lamentar-se-ão como se lamenta um filho único,
chorarão como se chora o primogénito.
Naquele dia, haverá grande pranto em Jerusalém,
como houve em Hadad-Rimon, na planície de Megido.
Naquele dia, jorrará uma nascente para a casa de David
e para os habitantes de Jerusalém,
a fim de lavar o pecado e a impureza».
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 62, 2-6.8-9
Refrão: A minha alma tem sede de Vós, meu Deus.

Senhor, sois o meu Deus: desde a aurora Vos procuro.
A minha alma tem sede de Vós.
Por Vós suspiro,
como terra árida, sequiosa, sem água.

Quero contemplar-Vos no santuário,
para ver o vosso poder e a vossa glória.
A vossa graça vale mais que a vida:
por isso os meus lábios hão-de cantar-Vos louvores.

Assim Vos bendirei toda a minha vida
e em vosso louvor levantarei as mãos.
Serei saciado com saborosos manjares
e com vozes de júbilo Vos louvarei.

Porque Vos tornastes o meu refúgio,
exulto à sombra das vossas asas.
Unido a Vós estou, Senhor,
a vossa mão me serve de amparo.


 


LEITURA II Gal 3, 26-29
«Todos vós que recebestes o batismo de Cristo,
fostes revestidos de Cristo»

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Gálatas
Irmãos:
Todos vós sois filhos de Deus
pela fé em Jesus Cristo,
porque todos vós, que fostes batizados em Cristo,
fostes revestidos de Cristo.
Não há judeu nem grego, não há escravo nem livre,
não há homem nem mulher;
todos vós sois um só em Cristo Jesus.
Mas, se pertenceis a Cristo,
sois então descendência de Abraão,
herdeiros segundo a promessa.
Palavra do Senhor.

ALELUIA Jo 10, 27
Refrão: Aleluia. Repete-se

As minhas ovelhas escutam a minha voz, diz o Senhor;
Eu conheço as minhas ovelhas e elas seguem-Me. Refrão

EVANGELHO Lc 9, 18-24
«És o Messias de Deus.
O Filho do homem tem de sofrer muito»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Um dia, Jesus orava sozinho,
estando com Ele apenas os discípulos.
Então perguntou-lhes:
«Quem dizem as multidões que Eu sou?»
Eles responderam:
«Uns, João Baptista; outros, que és Elias;
e outros, que és um dos antigos profetas que ressuscitou».
Disse-lhes Jesus:
«E vós, quem dizeis que Eu sou?»
Pedro tomou a palavra e respondeu:
«És o Messias de Deus».
Ele, porém, proibiu-lhes severamente
de o dizerem fosse a quem fosse
e acrescentou:
«O Filho do homem tem de sofrer muito,
ser rejeitado pelos anciãos,
pelos príncipes dos sacerdotes e pelos escribas;
tem de ser morto e ressuscitar ao terceiro dia».
Depois, dirigindo-Se a todos, disse:
«Se alguém quiser vir comigo,
renuncie a si mesmo,
tome a sua cruz todos os dias e siga-Me.
Pois quem quiser salvar a sua vida, há de perdê-la;
mas quem perder a sua vida por minha causa,
salvá-la-á».
Palavra da salvação.

Glória a vós, Senhor.