A Mágia da Comunicação

A Mágia da Comunicação - Editora Com Deus Havia um cego que pedia esmola à entrada do Viaduto do Chá, em São Paulo.
Todos os dias passava por ele, de manhã e à noite, um publicitário que deixava sempre alguns centavos no chapéu do pedinte. O cego trazia pendurado no pescoço um cartaz com a frase…

Havia um cego que pedia esmola à entrada do Viaduto do Chá, em São Paulo.
Todos os dias passava por ele, de manhã e à noite, um publicitário que deixava sempre alguns centavos no chapéu do pedinte. O cego trazia pendurado no pescoço um cartaz com a frase:

– CEGO DE NASCIMENTO. UMA ESMOLA POR FAVOR .

Certa manhã o publicitário teve uma idéia, virou o letreiro do cego ao contrario e escreveu outra frase.

À noite depois de um dia de trabalho perguntou ao cego como é que tinha sido seu dia.

O cego respondeu, muito contente:

– ATÉ PARECE MENTIRA,  MAS HOJE FOI UM DIA EXTRAORDINÁRIO. TODOS QUE

PASSAVAM POR MIM DEIXAVAM ALGUMA COISA.  AFINAL O QUE É QUE O SENHOR

ESCREVEU NO LETREIRO???

O publicitário havia escrito uma frase breve, mas com sentido e carga emotiva suficientes para convencer os que passavam a deixarem algo para o cego.

A frase era:

– EM BREVE CHEGARÁ A PRIMAVERA E EU NÃO PODEREI VÊ-LA.

A maioria das vezes não importa O QUE você diz, mas COMO você diz, por isso tome cuidado em como falar com as pessoas, pois isso tem um peso positivo ou negativo naquilo que você quer dizer.

* ESTA É A MAGIA DA COMUNICAÇÃO *